Reforma PREVIDENCIÁRIA e de quebra a TRABALHISTA

REFORMA PREVIDENCIÁRIA

O projeto do Governo cria a idade mínima de 65 anos e a exigência de pelo menos 49 anos de contribuição.

Se o estatuto da juventude proíbe o jovem a trabalhar, ao entrar no mercado de trabalho aos 18 anos, com a soma de 49 anos de contribuição ele terá que trabalhar sem parar por 67 anos.

 

E DE QUEBRA A: REFORMA TRABALHISTA

A Reforma Trabalhista fere os direitos da CLT, deixando o trabalhador totalmente desprotegido. Permitindo as empresas a negociar os direitos do trabalhador, abaixo do que determina a lei. Se hoje, tendo lei, os trabalhadores já sofrem para que ela seja cumprida, imagina se Lei?